Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
6/11/19 às 16h35 - Atualizado em 6/11/19 às 17h51

VEM DF – Veículo para eletromobilidade é testado por funcionários da FUNAB

Projeto pioneiro de compartilhamento de veículos elétricos para frotas públicas é uma iniciativa da ABDI e GDF, por meio da SECTI

 

Chegou a vez dos funcionários da Fundação Universidade Aberta do Distrito Federal (FUNAB) testarem os carros elétricos do projeto Vem DF, uma iniciativa da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) e do Governo do Distrito Federal, por meio da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (SECTI). Fruto de parceria estabelecida com o Parque Tecnológico de Itaipu (PTI), que desenvolveu o software de compartilhamento com foco no uso por governos, o sistema foi lançado no dia 7 de outubro, no Palácio do Buriti.

 

O acordo de cooperação entre o GDF, a ABDI e o PTI permitirá que o VEM DF seja o primeiro projeto no país de compartilhamento de veículos elétricos voltado para o transporte de servidores públicos. A Renault é a fabricante dos carros, enquanto a WEG é a fabricante e fornecedora dos eletropostos utilizados para recarregar as baterias dos veículos. Até o momento, o único posto público para recarga está localizado na lateral do Palácio do Buriti.

 

O projeto oferecerá 16 carros elétricos do modelo Twizy. O cronograma de entrega começou no mês de outubro com 12 carros, sendo dois já adaptados com software para fazer o transporte de servidores e, gradualmente, os demais carros receberão esta instalação.

 

Para garantir recarga elétrica dos veículos, serão instalados por todo o Distrito Federal 35 eletropostos (pontos de recarga) fabricados pela WEG. Os eletropostos serão gratuitos e de uso coletivo, ou seja, poderão ser utilizados por qualquer carro elétrico, de qualquer montadora. A iniciativa incentivará o uso desse tipo de veículo pela população em geral. O investimento da ABDI nos carros e eletropostos é de R$ 2,1 milhões.

 

Mais sobre o projeto

Nesse primeiro momento, os carros circularão em trajetos centralizados, entre a Esplanada dos Ministérios e os órgãos públicos do Distrito Federal. Os veículos possuem autonomia de rodagem de, no máximo, 100 quilômetros e atingem a velocidade de até 80 Km/h. O projeto prevê compartilhamento dos carros elétricos entre servidores públicos do GDF e faz parte da arrojada iniciativa do Governo de Brasília que busca tornar a capital do país na primeira cidade inteligente do Brasil.

 

Os veículos foram cedidos ao governo distrital em forma de comodato, com cláusulas sobre operação, manutenção, taxas e seguros. Brasília apresenta vantagens para o uso de carros elétricos: o relevo predominantemente plano, que reduz o consumo de bateria, a temperatura favorável e a tensão de 220 volts, dispensando adaptações para a instalação dos eletropostos.

 

Com informações da SECTI e Agência Brasília 

Fundação Universidade Aberta do Distrito Federal - Governo de Brasília

FUNAB

Residência Oficial da Granja do Torto - Parque Tecnológico de Brasília - BIOTIC, Lote 4, DF / FUNAB - 2° ANDAR CEP: 70635-81